Gastronomia andorrana

GASTRONOMIA ANDORRANA

GUARDAR

A cozinha andorrana é herdeira de uma tradição de séculos vinculada aos aromas e sabores de alta montanha, sempre muito ligada aos produtos próprios da zona, aos produtos da época, condicionada pelas estações e caracterizada pela autossubsistência. Com o passar do tempo, esta gastronomia também recebeu e assimilou influências das cozinhas francesa e catalã. 

Para preservar esta parte da identidade do Principado, foi criado o «Receptari de Gastronomia Andorrana» («Livro de Receitas da Gastronomia de Andorra»), que inclui cerca de trinta receitas tradicionais. Este livro de receitas nasce a partir de um vasto e profuso trabalho de investigação histórica e científica: o «Corpus del Patrimoni Culinari del Principat», com mais de quatrocentas receitas. Um compêndio de receitas selecionadas, que fazem parte do património gastronómico vivo de Andorra.

Hoje em dia, a gastronomia tradicional está presente nas bordes, casas tradicionais de alta montanha que noutros tempos serviam para armazenar o grão e guardar os animais, e que atualmente têm sido transformadas em restaurantes. Nestes espaços arquitetonicamente singulares, poderá deliciar-se com os pratos e as especialidades tradicionais mais autênticos de Andorra.

Ingredientes tradicionais de Andorra

A Escudella é um guisado à base de legumes da época e carne de porco. Um prato tradicional que se costuma servir no inverno e em festas populares. No Natal, pode prová-lo com massa, num prato denominado sopa de galets ou sopa grossa.

O trinxat de montanya é tradicional dos Pirenéus, à base de couve, batata, alho e toucinho.

Os canelones à andorrana são uma variante da receita catalã que combina carne de borrego, porco e galinha em rolos de massa acompanhados de bechamel.

A carne de caça, como os guisados de lebre ou javali, são os pratos que encontrará no início da época de caça. Geralmente, servem-se num estufado com legumes e cogumelos. E com a chegada da época de pesca, poderá provar a truta à andorrana, passada pela frigideira com amêndoas e presunto.

O bacalhau costumava ser um prato principal, como os arenques ou o congro, peixe que chegava às zonas de montanha graças à sua conservação à base de sal. Hoje pode provar o bacalhau gratinado com «aioli», sendo a forma mais tradicional de comê-lo.

Os cogumelos, como os boletus, os míscaros, os tortulhos, as pantorras e as senderilhas, costumam ser os mais comuns. Irá encontrá-los em natas, arroz, molhos e como acompanhamento de todo o tipo de carnes.

O Aioli de codony é um molho à base de marmelo, azeite e alho que costuma acompanhar as carnes grelhadas na brasa. Um molho muito apreciado na cozinha de montanha.

Os enchidos do paíssão produzidos na tradicional matança do porco que se celebra em janeiro, onde se elaboram produtos como a bringuera, a donja, o bisbe, as linguiças e as morcelas.

A chicória-amargaou dente-de-leão é colhida diretamente da montanha, sendo uma excelente variedade de salada. Costuma ser temperada com toucinho e frutos secos, mas só é possível encontrá-la na primavera.

Os caracóis à llauna, costumam ser cozinhados na brasa e são temperados com várias especiarias. Costumam ser acompanhados de «aioli» de marmelo, uma delícia para os paladares mais exigentes.

Descubra Andorra ao pormenor numa das nossas bordas tradicionais!

GUARDAR

Localização e contacto

Ampliar

O que há perto ?

RESTAURANTES QUE VALE A PENA VISITAR...

ESTABELECIMENTOS QUE TAMBÉM LHE PODEM INTERESSAR...

ATIVIDADES PARA SE DIVERTIR...

EVENTOS QUE NÃO PODE PERDER...