Miradouro Roc del Quer

MIRADOURO ROC DEL QUER

GUARDAR

O Mirador Roc del Quer é um lugar que nunca se esquece. Esta vista panorâmica fica gravada na retina para sempre e, neste caso, é muito mais do que isso: é uma experiência de estar suspenso no ar, como se as montanhas dos Pirenéus o abraçassem. Por isso, e apesar de ter sido inaugurado recentemente, este miradouro é já um dos lugares mais famosos de Canillo. Um lugar aberto a todos, gratuito e incomparável, para compreender a grandeza do nosso pequeno país. Não perca!

Como chegar ao miradouro

Apesar de não estar situado junto à estrada, chegar ao miradouro é fácil. Indo pela estrada de Coll d’Ordino (CS-240), o miradouro encontra-se no quilómetro 6,5. Mesmo antes de lá chegar, à sua esquerda irá ver uma ampla zona de estacionamento. A partir de aqui, o caminho que leva ao miradouro está a poucos passos de distância.

O ponto de acesso está dominado pela imponente presença das «Estruturas autogeradoras», um conjunto escultórico realizado em 1991 pelo escultor e arquiteto mexicano Jorge Dubon. Os três totens são um claro exemplo da trajetória vital do artista, vistos como «um símbolo da vontade do homem face à imensidão das montanhas».

A partir desta zona, onde também encontrará uma cafetaria, são cerca de dez minutos de descida com um desnível de 70 m até à plataforma do miradouro de Roc del Quer, situada a pouco mais de 400 m. Recomenda-se utilizar calçado confortável para fazer este percurso.

Como é o miradouro

O Mirador del Quer ou Mirador de Canillo, como muitos utilizadores o conhecem é, na realidade, uma passarela de 20 metros de comprimento. 8 deles assentam em terra firme, mas os outros 12 entram na própria paisagem: esta parte da passarela é uma saliência que está suspensa no ar, pelo que irá conseguir acreditar que está a levitar, a voar. Fará com que se sinta dono dos Pirenéus de forma mágica, pois uma boa parte do pavimento é de vidro transparente, destacando a sensação de altura e de suspensão. Vale a pena mencionar que esta parte foi instalada em 2016.

Também chama a atenção a escultura que se situa na extremidade: trata-se da figura de um pensador, obra do artista Miguel Ángel González. A sua atitude calma e reflexiva convida o visitante a fazer o mesmo. Está sentado sobre uma viga, incólume, como se a altura do lugar não lhe provocasse medo. Pelo contrário, dá-lhe força e segurança.

Porém, sem dúvida que o que torna único o Mirador del Quer é a sua espetacular vista panorâmica. Aos pés dos visitantes situam-se os vales de Montaup e do Valira d’Orient, pintados de verde no verão e de branco na época invernal. Para contemplar melhor o lugar, existe uma breve instalação em que se explica o que o visitante tem diante dos seus olhos e como ocorreu geologicamente o processo de formação das nossas montanhas.

Este Mirador Roc del Quer não é a única obra moderna e próxima que se mimetiza com a paisagem pirenaica: nos anos 70, foi construída a atual Basílica da Nossa Senhora de Meritxell, situada poucos quilómetros a sul de Canillo, lar da padroeira de Andorra: a Virgem de Meritxell.

GUARDAR

Localização e contacto

Ampliar