Descida Freeride: Alt de Juclar

Descida Freeride: Alt de Juclar

Nível

difícil

Distância

6,6 km

Desnível

+54 m / -821 m

Ponto de partida: Conforme as condições da neve. Em pleno inverno, a partir da Ponte de Incles (cota 1750 m), no início do vale; na primavera, a partir da Ponte de La Baladosa (cota 1880 m). Caso o ponto de partida seja o início do vale na Ponte de Incles, é preciso percorrer com os esquis toda a estrada até chegar à Ponte de La Baladosa (aproximadamente, 30 minutos). Em seguida, percorre-se o vale, em direção ao leste, seguindo as placas indicativas do caminho ao Refúgio de Juclà. É melhor subir pela vertente de Obaga, onde sempre há mais neve, o que facilitará a subida. Chega-se ao refúgio em umas 2 horas e, a partir dai, atravessa-se, em direção ao oeste, uma parte do Lago de Juclà (rumo ao NO), de onde se divisa o Pico Alto de Juclà e as suas possibilidades de descida. Após mais 1 hora de subida chega-se ao pico, sendo que, somente nos últimos 200 m é preciso utilizar crampons e picareta de alpinista, já que a inclinação se acentua.

Descida: A descida é fácil, somente nos primeiros 150 m há um declive de 40°-45° com alguma curta passagem de 50° que não representa maiores problemas. O terraço amplia-se permitindo desfrutar da descida e das vistas do Lago de Juclà. Trata-se de uma vertente leste, portanto, a neve altera-se rapidamente e as condições podem mudar. Com uma boa camada de neve é possível realizar a descida, em direção ao sul, em vez de regressar ao refúgio, para, assim, aproveitar a descida que conduz novamente ao Vale de Incles. Caso as condições não sejam as apropriadas, a descida deve realizar-se pelo mesmo caminho de subida.

Zona de estacionamento: (42°35'8.70"N e 1°39'52.47"E).

Desnível de descida: 40-45°

Encontre mais percursos de freeride e desfrute mais tempo do seu desporto favorito.

Transfirat Safe365, a aplicação de segurança que permite que, em caso de emergência, o utilizador envie a sua localização exata às equipas de resgate.