ORELHINHAS

Crocantes e adoçadas, as orelletes são um doce tradicional, conhecido com vários nomes, como «garrifes», «aurelhetas» ou «crespells» em terras occitanas, «orellanes» nas Ilhas Baleares e «crespeth» em Vale d'Aran. A denominação andorrana é a de Pla d'Urgell.

É uma sobremesa que era tradicionalmente preparada para a Semana Santa e que já aparecia no Livro de Sent Soví, uma joia manuscrita do século XIV, um dos receituários mais antigos da Europa e o primeiro escrito em catalão.

A tradição diz que antigamente a massa para fazer as orelletes era estendida em cima dos joelhos, com as mãos untadas para evitar que pegasse. A padaria de Ca l'Orelleta, no antigo bairro de Andorra-a-Velha, era, entre outras, um dos ateliês onde este doce era preparado, o qual fazia as delícias da criançada quando saíam da escola.

Para saborear esta delícia, basta seguir a receita e não ter medo de se enfarinhar. De lamber os beiços!

RECEITA

Preparação para quatro pessoas:

Coloque a farinha em cima do balcão da cozinha e abra-lhe um buraco ao meio.

No buraco acrescente, pouco a pouco e enquanto trabalha a massa, uma pitada de sal, o ovo, o açúcar, a levedura, água e o leite.

Trabalhe a massa durante algum tempo, cubra-a com um pano húmido e quente e deixe-a repousar durante uma hora.

Após este tempo, coloque um pouco de farinha no balcão, debaixo da massa, e molde as orelletes com os dedos.

Por fim, frite-as numa frigideira com óleo bem quente, escorra-as e polvilhe-as com um pouco de açúcar. Uma sobremesa simples que também é ideal para o lanche.

Ingredientes para preparar as orelletes:

— 400 g de farinha
— 125 ml de leite
— 1 ovo
— 1 colher de sobremesa de levedura
— 100 ml de água
— 1 pitada de sal
— Açúcar a gosto

 

 

As orelletes são tradicionalmente uma sobremesa típica da Semana Santa, e já era mencionada no receituário «Llibre de Sent Soví».