COMPOTA DE AMORAS

O segredo das compotas e dos doces de frutas reside, como não podia deixar de ser, na origem e qualidade dos ingredientes. Os artesãos preparam estes alimentos tradicionais com muito carinho para que o resultado seja um produto da máxima qualidade e proximidade.

Podemos afirmar que as compotas e doces de frutas têm feito as delícias dos mais gulosos desde os tempos do império romano. No entanto, foi só a partir de finais do século XIX, com o uso da beterraba-sacarina, que estes produtos se tornaram os bens de consumo popular e ao alcance de todos que são atualmente.

A receita que lhe propomos é uma das mais conhecidas, uma vez que em Andorra as amoras silvestres são abundantes. A época da colheita é em pleno verão, em agosto, e devemos ter sempre muita cautela para não acabarmos todos arranhados com as silvas!

Em Andorra, se estiver com desejos de compotas e doces de frutas, também pode adquirir as da Casa Gendret e de El Pastador. Duas empresas artesanais locais que se guiam pelos valores da sustentabilidade e da qualidade na confeção dos seus produtos, que vão dos mais tradicionais aos mais inovadores e originais, como é o caso das compotas de morango e laranja ou das compotas salgadas. 

RECEITA

Preparação: 

Lave as amoras debaixo da torneira e tire-lhes os pés. Coloque as amoras juntamente com o açúcar numa panela com os 2 dl de água. Ferva esta mistura e deixe engrossar até que as bolhas rebentem à superfície com uma certa sonoridade. Quando isso acontecer, acrescente o sumo de limão e coza durante mais quinze minutos, mexendo sempre com uma colher de pau. Deixe arrefecer e distribua a compota pelos frascos.

Ingredientes para preparar compota de amoras:

- 1 kg de amoras
- 750 g de açúcar em pó
- Sumo de um limão
- 2 dl de água

Bibliografía:

Livro: La nostra cuina. Menges d’aquí
Autor: Maria Dolors Ribes Roigé / Josep M.ª Troguet Ribes