BROSSAT

Este queijo fresco é uma iguaria originária do mundo agropecuário do

Principado que, com o tempo, adquiriu o estatuto de sobremesa tradicional e que se pode saborear acompanhada com mel, açúcar, doce de fruta e até anis.

Também o podemos encontrar em muitas zonas do nosso âmbito geográfico mais próximo, bem como nas ilhas Baleares (Maiorca e Menorca). Consome-se ainda em várias regiões do sul da Catalunha, como em Ports de Beseit, Alt Maestrat e Terras do Ebro, onde é conhecido como «brull» e utilizado em pastelaria aromatizado com vários ingredientes, tais como a canela, a menta, etc.

A receita do brossat que lhe sugerimos é a tradicional, com cardo selvagem: uma planta silvestre fácil de encontrar, parecida com a  alcachofra, que produz uns estames azuis que utilizaremos na preparação do brossat.

Alguns estabelecimentos vendem o brossat fresco.  É um produto fácil de digerir, rico em vitaminas do grupo B e proteínas de alta qualidade.

RECEITA

Preparação: 

Ferva o leite e deixe-o arrefecer até ficar morno. Os estames de cardo selvagem devem ficar de molho durante a noite anterior. No dia seguinte, retire-os da água e pique-os finamente. Escorra-os bem com a ajuda de um coador e adicione-os ao leite. Misture bem e retire do lume para ir coalhando. Quando estiver frio, passe-o pelo coador. Pode consumir-se com açúcar ou mel. Fica muito fino. Se o leite for de ovelha, fica ainda melhor.

Ingredientes para a preparação do brossat:

- 50 gramas de estames de cardo selvagem
- 2 litros de leite

Bibliografia:

Livro: Cuina casolana d’Andorra
Autor: M.ª Dolors Ribes Roigé
Edição: junho de 1991