Rota Trail: Circuito longa distância Estanys Forcats

ROTA TRAIL: CIRCUITO LONGA DISTÂNCIA ESTANYS FORCATS

GUARDAR

Nível

Muito difícil

Distância

34 km

Quando não há neve nos canais, estes tornam-se grandes clareiras, onde o track serve apenas de orientação, porque o espaço pode ser muito alterado por avalanches (inverno) ou desprendimentos (verão). Em caso de dúvida e depois de invernos de muita neve, é recomendável levar crampons. Os troços técnicos e o desnível acentuado farão com que o ritmo seja lento.

Iniciaremos o percurso no túnel de Arinsal, diante do posto de informação do parque, seguindo o GR em direção ao refúgio de Pla de l’Estany onde, mesmo no início do planalto de Pla de l’Estany, viraremos à direita, em direção ao Collet de Font Podrida e às Bordes dels Prats Nous, a partir de onde, e em forte subida, iremos coroar o Serrat de la Burna depois de deixarmos para trás o Pic del Clot de Cavall. Desde a Collada de la Burna iremos descender rapidamente até aos Estanys d’Angonella e, depois de passar por 3 lagos, iremos enfrentar a acentuada subida na Bretxa d’Arcalís. A partir daqui uma descida acentuada irá levar-nos até às cotas altas da estação invernal de Ordino Arcalís.

Nesta zona iremos encontrar a GRP, uma rota sinalizada com pintura vermelha e amarela, nas Basses de Port de Rat, a partir de onde iremos ascender até ao Port de Rat, que faz fronteira com o estado francês. Uma descida técnica até um pequeno lago não nos irá dar trégua e, chegados ao pequeno lago, iremos virar à esquerda, para nos enfrentarmos à exigente subida de Coll d’Arinsal, superando os 2700 m de altura. Chegados ao desfiladeiro veremos aos nossos pés os Estanys de Montmantell, que iremos contornar pela direita, seguindo até à cabeceira do planalto de Pla de l’Estany, sempre ao lado da corrente e onde, antes de chegar ao refúgio, iremos encontrar novamente as sinalizações da GRP. Iremos segui-las à direita, por terreno por vezes decomposto, e encontraremos os Estanys Forcats, uns impressionantes lagos suspensos que se mantêm gelados durante 10 meses ao ano. Acima encontraremos a Cabana de Estanys Forcats, uma construção de madeira protegida por pedras e que nos poderá servir de proteção em caso de mudança brusca do tempo.

Desde a cabana acabaremos de subir até à Collada dels Estanys Forcats, a partir de onde iremos descer rapidamente, entre pedras ou neve, dependendo da época do ano, até aos Estanys de Baiau, já na Catalunha. Desde os lagos iremos subir por clareira e terreno decomposto até à Portella de Baiau, regressando assim a território andorrano, para ascender ao cimo de Baiau e coroar, em cumeada, o ponto mais elevado do Principado, o Comapedrosa, a 2941 m de altura. Desde o cimo iremos descer seguindo a cumeada, por trilho decomposto. No Estany Negre iremos recuperar a GRP, que nos levará em rápida descida até ao refúgio de Comapedrosa, o primeiro refúgio guardado do país. No refúgio iremos virar à direita para nos enfrentarmos à última subida do percurso, a Collada de Sanfons, onde chegaremos sem dificuldades, e terminaremos o circuito subindo ao Pic del Port Vell, para posteriormente descermos até ao Port Vell.

Neste ponto iremos ver os sistemas de subida mecânica da estação de Arinsal, até onde iremos e, por pistas de esqui e em descida acentuada, chegaremos ao ponto inicial. 

ÁGUA: Arinsal / encontraremos inúmeros lagos e rios durante todo o percurso onde é possível reabastecer de água. É recomendável levar sais minerais ou pastilhas purificadoras de água.

GUARDAR

Localização e contacto

Para saber mais

Descarregar track

DESCARREGUE O TURISMO ATIVO

Descubra uma grande quantidade de rotas ao ar livre, com mapas offline e um detalhado seguimento GPS. Planeie já as suas atividades de montanha!