CAMINHADA: ESTANY NEGRE

Localização e contacto

Para saber mais

Distância

11,5 km

Nível

Difícil

Desnível

+1.053m / -1.053m

O Estany Negre (Lago Negro) tem uma superfície de 1,5 ha e encontra-se a 2.628 m de altitude, no meio dos vales do Comapedrosa, na freguesia de la Massana.

Para chegar a este itinerário, podemos ir de carro até ao parque de estacionamento das pistas de esqui da estação de Vallnord-Pal Arinsal, setor Arinsal, apanhamos a CS-530, passamos o túnel e viramos à direita, chegando assim à zona residencial de Prats Sobirans, a 1.575 metros. A partir daqui temos de continuar a rota a pé: seguindo o percurso da GR11 ou a rota de pedestrianismo que nos leva até ao refúgio do Comapedrosa.

Apanhamos o caminho em direção a nordeste, seguindo as marcas vermelhas e brancas do percurso da GR11, e chegamos a um painel informativo, que nos indicará as duas opções de rota que podemos escolher: seguir o caminho por um trilho até ao refúgio (assinalado com umas marcas amarelas e vermelhas) ou apanhar a pista da GR11 (marcada com umas faixas brancas e vermelhas). No nosso caso, vamos escolher a pista da GR11 e entramos diretamente num bosque de pinheiros-da-escócia e abetos.

A seguir, chegamos a uma passagem canadiana (1.735 m) onde continuamos em frente seguindo as indicações da rota que nos leva até ao refúgio do Comapedrosa, orientando-nos sempre pelas marcas da GR11.

Neste troço vamos passar por bosques de abetos e duas pontes de madeira, entre outros. Prosseguimos em direção ao Collet de Comapedrosa (2.206 m), deixando para trás o refúgio, que ficará à nossa esquerda, e a cabana dos criadores de gado, que ficará à nossa direita; e continuamos a subir até chegar ao cruzamento da GR11 com o outro caminho (o trilho inicial assinalado com marcas amarelas e vermelhas) que também nos leva até ao refúgio.

Chegados aqui, continuamos pela direita, em direção a nordeste, passamos algumas escarpas e chegamos aos primeiros lagos glaciares do vale: «les basses de l’Estany Negre» (as poças do Lago Negro) (2.600 m). A partir desta parte do percurso é preciso prestar muita atenção e ter muito cuidado, dado que é a parte mais perigosa de todo o percurso: encontram-se muitas rochas e pedras no meio do caminho e é necessário ir bem equipado dado que a estas alturas a meteorologia é muito instável e as temperaturas podem descer subitamente vários graus abaixo de zero.

Por último, caminhamos mais alguns metros pelos barrancos e uns passos mais acima encontramos finalmente o Lago Negro. Neste último troço do caminho, poderemos observar entre outros a lagartixa pallaresa, a perdiz branca ou o arminho.

Uma peculiaridade deste itinerário é que a neve se mantém em muitas zonas até meados de julho.

Tempo de subida: 3 h
Tempo de descida: 2 h 10 min

Para obter informação pormenorizada sobre esta e outras rotas, aceda ao Guia de trilhas e caminhadas Caminhos de Andorra.

TANCA
Llegeix-ne més

O que há perto ?

HOTÉIS QUE LHE PODEM INTERESSAR...

Durma a mais de 1000 metros de altura

Escolha um dos nossos refúgios de montanha para descansar realmente em plena natureza.

Ver mais
Acampamentos em altura

Monte uma tenda de campanha, pernoite na sua autocaravana ou ocupe um bungalow. E desfrute destas áreas de descanso e lazer entre montanhas!

VER PARQUES DE CAMPISMO
Ao pé da rota

Se está a percorrer Andorra a pé, aloje-se nestas casas rurais destinadas a excursionistas: para repor forças sem abandonar o caminho!

VER HOTÉIS

EVENTOS QUE NÃO PODE PERDER...

DESCARREGUE O TURISMO ATIVO

DESCARREGUE O TURISMO ATIVO

Descubra uma grande quantidade de rotas ao ar livre, com mapas offline e um detalhado seguimento GPS. Planeie já as suas atividades de montanha!
DESCARREGUE O TURISMO ATIVO