Andorra, território ciclista

ANDORRA, TERRITÓRIO CICLISTA

GUARDAR

Desde que, em meados dos anos cinquenta, a Volta à Catalunha nos visitou pela primeira vez, seguida pelo Tour de França em 1964 e a Volta à Espanha em 1965, os percursos e os portos de montanha de Andorra foram ganhando presença e protagonismo entre os amantes do ciclismo. Isso permite-nos afirmar com toda a certeza que, nestes últimos anos, Andorra passou a ser um território ciclista.

Aqui irá encontrar propostas de todos os tipos: de percursos cicloturistas com troços e chegadas que fazem parte da história do ciclismo de pista moderno, a circuitos, percursos e descidas em BTT, alguns dos quais foram o palco de campeonatos do mundo. Poderá verificar em primeira pessoa que a Andorra conta com uma vasta rede de percursos por pista e montanha em que os amantes do ciclismo, em qualquer das suas modalidades, poderão desfrutar e pôr à prova a sua paixão. E tudo isso, juntamente com uma oferta única nos Pirenéus no que a alojamento e serviços complementares se refere.

Território ciclista
Em Andorra encontrará uma grande quantidade de percursos e portos ao seu dispor para poder divertir-se de bicicleta. O Coll de la Gallina, os Cortals d'Encamp, a Collada de Beixalis, a Coma d’Arcalís e o porto de La Rabassa são só alguns dos nomes que os amantes do ciclismo têm gravados na memória. Não é por acaso que alguns deles foram decisivos em várias edições da Volta à Espanha e do Tour de França. Chegadas, etapas e portos de montanha que fazem parte das grandes páginas da história do ciclismo moderno, como a de Arcalís do Tour de 97, com a inesperada vitória de Jan Ulrich (que acabaria por ganhar a competição). Ou a já mítica etapa «rainha» da Volta à Espanha em bicicleta de 2015, por muitos considerada a mais dura da história da volta espanhola, conquistada por Mikel Landa.

Estes percursos e portos são apenas alguns dos que encontrará detalhados no nosso guia de cicloturismo, juntamente com os tracks de cada porto e ainda uma lista com os alojamentos bike friendly e as lojas especializadas no setor da bicicleta. Transfira o guia neste link.

Se quiser viver uma experiência em companhia de outros amantes da bicicleta, todas as épocas do ano existem várias opções para poder partilhar a sua paixão:

Volta als Ports

Com mais de quarenta edições nas suas rodas, esta é a competição cicloturista popular com mais história e tradição do nosso calendário. Todos os anos atrai um grande número de participantes internacionais. Tem vários percursos, o que a faz ideal para ciclistas de todos os níveis. O percurso mais exigente faz-se pelo itinerário da etapa andorrana do Tour 2016 e, além disso, este ano inclui o troço de sterrato da etapa da Volta à Espanha 2019.

Mais informações e track neste link.

La Purito

Apesar de ser recente, esta competição tornou-se em poucos anos uma das atividades mais aguardadas do calendário cicloturista. O facto de ser promovida pelo antigo ciclista profissional Joaquim «Purito» Rodríguez é uma das bases do seu sucesso.
O itinerário da Purito é muito exigente, uma vez que segue o da 11.ª etapa da Volta à Espanha 2015, considerada por muitos a mais dura da história da volta espanhola..

Consiga os tracks nestes links: Itinerário longo, itinerário médio, itinerário curto.

La Mussara Andorra

Os amantes da BTT têm encontro marcado com La Mussara Andorra, uma nova marcha cicloturista com partida e chegada na cota 2000 de Naturlandia, que se pode levar a cabo nalguma das três distâncias propostas: 93 km com +2900 m de desnível; 45 km +1400 m e 24 km +831 m. A competição transcorre ao longo de pistas e caminhos sem grandes dificuldades técnicas e passa pelas regiões do Alt Urgell e da Cerdanya.

GUARDAR

Localização e contacto

Ampliar

DESCARREGUE O TURISMO ATIVO

Descubra uma grande quantidade de rotas ao ar livre, com mapas offline e um detalhado seguimento GPS. Planeie já as suas atividades de montanha!