Caminhadas: Coronallacs

Caminhadas: Coronallacs

Nível

molt difícil

Distância

90 km

Desnível

+6.449 m / -6.449 m

Está pensada para se percorrer em cinco etapas longas. Tem um percurso total de 90 km, e é ideal para pernoitar em refúgios, permitindo levar pouco peso consigo.

A Coronallacs oferece-lhe espetaculares vistas panorâmicas em todo o momento, pois o seu itinerário é bastante alto. Está dividida em cinco etapas entre 13 e 22 km cada uma, com uma média de 18,4 km por dia. Segue rotas de pedestrianismo de diferentes dificuldades e durações, e pernoita-se nos quatro refúgios vigiados do Principado de Andorra.

A saída urbana faz-se desde Escaldes-Engordany, e o itinerário passa por Encamp, Canillo, Ordino, La Massana, para terminar no ponto de partida, em Escaldes.

Etapas:

1ª. Centro urbano de Escaldes-Engordany - Refúgio de l'Illa

Saída de Escaldes-Engordany (Posto de Turismo) pelo ponte de la Tosca. Entramos diretamente pela GR7 no Vale de Madriu-Perafita-Claror, declarado Património Mundial pela UNESCO em 2004 na categoria de bem de interesse cultural e paisagístico. Continuamos para Entremesaigües, Les Bordes de Ràmio (bem de interesse cultural), Fontverd e La Farga (bem de interesse cultural pelo seu passado siderúrgico).

Nesta parte mais baixa e arborizada podemos encontrar pinheiro-das-montanhas e árvores de folha caduca.

Entre Fontverd e o rio de Orris podemos encontrar camurças, javalis, muflões e marmotas.

Chegamos ao Pla de l´Ingla, um grande planalto de onde podemos ver as montanhas de Estall Serrer, o Port de Setut, o Pico de la Portelleta, que delimitam Andorra com Espanha (com a Tossa Plana de Lles), bem como o porto de Vall Civera seguindo a GR11. Imediatamente antes de chegar ao refúgio de I’lla podem ver-se o lago de la Bova, o de Rodó e por fim o de I’lla, atrativos para os pescadores, ao mesmo tempo que à volta do refúgio se podem apreciar o lago de Encamp e o Forcat.

Passamos a noite no refúgio de l´Illa (2 488 m). Possibilidade de passar uma noite extra para fazer excursões aos lagos em redor. É um bom local para ver as estrelas, dado que não há poluição luminosa.

Sair com as provisões de água e comida necessárias.

Distância da etapa: 12,6 km. Desnível: +1 473 m / -40 m. Tempo estimado: 6h38. Dificuldade:  Moderada.

2ª. Refúgio de l'Illa - Refúgio de Juclà
Esta rota permite desfrutar de vistas de toda Andorra, e em especial dos Vales de Envalira, do Siscaró e finalmente de Incles.

Ao sair do refúgio de I’lla, subimos até à Collada de Pessons (2 810 m) um dos pontos mais altos de onde se pode ver o circo dos lagos de Pessons (vemo-los e passamos ao lado de 7 dos 12 lagos), vamos descendo suavemente até ao Refúgio do Pla de les Pedres dentro do domínio de Grandvalira e daí descemos até Bordes d'Envalira (Carretera general -2., onde pode aproveitar para comprar o que lhe fizer falta).

Subida até ao Port Dret, de onde se pode avistar França e também apreciar vistas de Andorra e do Vale de Soldeu e o Siscaró. Depois vem uma descida até ao refúgio do Siscaró, passando por uma zona de meandros do Siscaró (das poucas que existem no Principado). Do Siscaró até Juclà é uma zona pedregosa e mais técnica, apesar de não apresentar dificuldades. Pernoitamos no Refúgio de Juclà (2 310 m) e podemos ver o nascer do sol no Coll de l´Alba.

Sair com as provisões de água e comida necessárias.

Distância da etapa: 19,4 km. Desnível: +1 350 m / -1 527 m. Tempo estimado: 10h35. Dificuldade: Moderada - alta.

3ª. Refúgio de Juclà - Refúgio de Sorteny
Deixamos o refúgio e passamos pelos vestígios daquilo que foi uma cabana dos trabalhadores do FHASA da barragem de Juclà. Uma vez passado o rio Manegó, dirigimo-nos para o lago de Cabana Sorda, onde se podem contemplar uns «terraços» de gneisse, pequenas rochas laminadas da zona do Anrodat. Desde o lago de Cabana Sorda, encaminhamo-nos na direção da serra com o mesmo nome, passando entre o Pico de la Coma de Varilles e a Tosa de Carraup. Da Collada de Cabana Sorda podem apreciar-se as vistas, que é possível contemplar de um desfiladeiro a 2 600 m.

Descida suave pela Coma de Varilles até ao refúgio de Coms de Jan. Daí pode avistar-se o Vale de Ransol, onde se entra num coto de caça e se podem ver camurças. Depois há que subir um pouco até à Collada de Meners, passando pelo lago com o mesmo nome. Aqui vê-se perfeitamente o caminho a seguir até Sorteny; é fácil de encontrar, e pode aproveitar as vistas sobre os dois vales, o de Sorteny adiante e o de Ransol que deixamos atrás.

Descida da Collada de Meners (daqui desce-se entre o pico da Serrera e o de Estanyó, os quarto e quinto picos mais altos de Andorra, respetivamente), e entra-se pelo lado este do Vale de Sorteny. Aqui pode apreciar-se o passado siderúrgico da zona com o terreno ferruginoso de onde se extraía o mineral de ferro (Rota do Ferro).

Descida até ao refúgio de Sorteny (1 965 m), onde pernoitaremos.

Se chegarmos com tempo, é possível visitar o jardim botânico, ver as borboletas... Se chegarmos com pouco tempo, podemos ficar uma noite extra e aproveitar os atrativos que o Parque Natural do Vale de Sorteny tem para oferecer.

Sair com as provisões de água e comida necessárias.

Distância da etapa: 16,9 km. Desnível: +1 425 m / -1 771 m. Tempo estimado: 10h18. Dificuldade: Moderada - alta.

4ª. Refúgio Borda de Sorteny - Refúgio do Comapedrosa
Deixamos o refúgio Borda de Sorteny e descemos em direção às aldeias de El Serrat e Llorts (passamos pelo Camí Ral e Les Salines, onde se encontra o viveiro de produção de trutas que abastece o país). Agora vem uma subida acentuada até ao Coll del Cavall (subida relativamente curta, mas intensa), passando pelo refúgio e lago de Angonella.

Entramos já na freguesia de La Massana e descemos suavemente até ao refúgio de les Fonts e o Pla de l'Estany, passando pelo Collet de Font Podrida. Aqui já nos encontramos no sopé do Comapedrosa e entramos em pleno no Parque Natural dos Vales do Comapedrosa. Vamos em direção a Aigüesjuntes, e aqui já damos início ao último tramo até chegar ao refúgio do Comapedrosa pelo caminho da umbria dos Aspres. Passamos a noite no refúgio do Comapedrosa (2 265 m)

Distância da etapa: 21,9 km. Desnível: +1 904 m / -1 608 m. Tempo estimado: 11h13. Dificuldade: Alta.

5ª. Refúgio do Comapedrosa- Escaldes Engordany
Última etapa da rota. Os primeiros raios de sol dão ao Pico do Comapedrosa (o mais alto de Andorra com 2 942 m) umas vistas espetaculares quando nasce o dia.

Deixamos o refúgio do Comapedrosa e subimos até à Portella de Sanfons, perto da fronteira com Espanha. Aqui temos umas vistas privilegiadas do Aneto e da Pica d´Estats. Dirigimo-nos para o Port Vell, Port Negre e o Coll de la Botella (coto de caça de camurças) dentro das pistas de esqui de Vallnord Pal-Arinsal.  Entramos numa zona de bosque e aqui podem ver-se galinholas, esquilos, veados...).

Vamos em direção ao Tossal Momó e atravessamos até à Collada de Montaner, de onde se vê o Vale de Ós de Civís à distância.

Descemos pelos Cortals de Sispony, e aqui podemos comprovar a atividade agrícola de alta montanha (cevada, tabaco) e a norte aprecia-se a parte norte do coto de caça de Enclar, bem como os montes de granito que ficam em frente e onde passa a água, com o imponente cume que vai do Pico de Carroi até ao Pico do Bony de la Pica.

Atravessamos os palheiros dos Cortals que nos levam até à aldeia de Sispony, passando pelo caminho de Fenerols, onde podemos visitar o Museu Casa Rull e desfrutar da gastronomia andorrana de montanha numa das aldeias que mantiveram a sua estrutura arquitetónica original. Seguimos o caminho dacallissa, atravessamos o rio Muntaner até ao fim do caminho de la Birrena, passando mesmo ao lado das captações de água de Andorra-a-Velha e daqui tomamos o Camí Ral que nos leva até à capital. Apanhamos o canal do Solà até ao Colégio Sant Ermengol (é preciso atravessar o pátio) e descemos por umacallissa(caminho empedrado) até chegar à ponte dos Escalls (bem de interesse cultural/patrimonial), passando por Caldea, até chegar ao ponto de partida da rota.

Distância da etapa: 21,4 km. Desnível: +716 m / -1 922 m. Tempo estimado: 9h17. Dificuldade: Moderada.

Mais informações e reservas em www.coronallacs.com

Aceda ao Mapa da Grande Rota do Principado (GRP) de Andorra com todos os pormenores do percurso. 
Aceda à informação e vantagens do Passaporte de Refúgios.

Transfirat Alpify, a aplicação de segurança que permite que, em caso de emergência, o utilizador envie a sua localização exata às equipas de resgate.

Localização e contacto