Parque Natural de Sorteny

Parque Natural de Sorteny

Nível

mig

A sua superfície de 1.080 hectares é habitada por gamos (Rupicapra pyrenaica), corços (Capreolus capreolus) e javalis (Sus scrofa). O Parque Natural do Vale de Sorteny apresenta uma grande riqueza florística, com mais de 800 espécies fanerógamas. Mais de 50 espécies são endémicas dos Pirenéus. Durante todo o ano organizam-se excursões guiadas temáticas (rotas ecoturísticas): pássaros, borboletas e zonas húmidas, paisagens de circos glaciais e bosques antigos.

A maioria dos habitats do parque natural tem interesse comunitário como, por exemplo, os prados para ceifar, as charnecas, os bosques de pinheiro negro e os prados alpinos, alguns deles prioritários como os pântanos com mouchões muscinais. 

O Rio de Sorteny, elemento estruturante da rede hidrográfica do Vale de Sorteny, brota a 2.082 metros de altitude, onde confluem o Rio La Serrera e o Rio La Cebollera que nascem, respetivamente, a 2.680 (na altitude mais elevada de Andorra) e 2.485 metros.

A presença de mineralizações de ferro e cobre permitiu o desenvolvimento, entre os séculos XVII e XIX, de explorações mineiras, mais especificamente na zona de La Serrera (Clots dels Meners) a 2.510 metros de altitude.

Para chegar a este parque, terá de apanhar a CG3 em direção a Ordino Arcalís, e depois de passar a povoação de Serrat, apanhar a CS370.

O parque possui um abrigo vigiado, tanto no inverno como no verão, que oferece serviço de restauração.

Informe-se sobre as trilhas do Parque Natural do Vale de Sorteny e mergulhe nas suas paisagens.

Transfirat Alpify, a aplicação de segurança que permite que, em caso de emergência, o utilizador envie a sua localização exata às equipas de resgate.

Transferíveis