LUGARES ENCANTADOS EM ANDORRA

Com a chegada da neve, Andorra fica mais bonita que nunca! Este inverno propomos-lhe passear pelas aldeias de contos de fadas e descobrir as igrejas e monumentos sob o manto branco da neve. Deixamos-lhe apontamentos com as melhores aldeias para que possa começar a sua estória.
Era uma vez...

Em Canillo: um miradouro, uma ponte tibetana e um palácio de gelo!

Canillo, para além de ser a primeira parroquia (o equivalente a região em Andorra) por ordem de protocolos, também é uma das maiores do principado. Dividida em 11 “veïnats” (o equivalente a localidades em Canillo), é, sem dúvida, no seu núcleo que se encontra a aldeia com mais interesse cultural: Canillo. Uma vez que contornamos a rotunda de entrada à aldeia, somos acolhidos por uma paisagem deslumbrante de montanhas e natureza. Ao longe, é possível distinguir uma construção mais alta que as outras, trata-se do famoso Palau de Gel, um “palácio” que alberga uma pista de patinagem no gelo de 1800 m2, além de muitas outras atividades. A poucos metros, encontramos o centro histórico, um labirinto de ruas em pedra que escondem, no seu interior, os segredos melhor guardados da aldeia. Se a neve permitir, podemos observar alguns símbolos gravados no pavimento. Continuamos o caminho, dando um passeio até uma das joias mais preciosas da região: a Igreja de Sant Joan de Caselles. Conhecida por conservar objetos únicos da época românica, é a única igreja do país com um campanário de estilo lombardo. Finalmente, as outras duas visitas obrigatórias estão situadas no alto da montanha e são elas: o miradouro de Roc de Quer, um dos mais impressionantes do país, e a ponte tibetana mais comprida da Europa! e  Vai perder esta experiência?

Sant Romà de les Bons, um dos segredos de Encamp

Na cidade de Encamp respira-se cultura, história e natureza por todo o lado! Como em todas as povoações este conto, a história começa na zona antiga, onde encontrará os sinais e vestígios do passar do tempo. Durante o passeio encontrará, um pouco por todo o lado, várias construções dos séculos XVI e XVII, tais como um depósito de água escavado no solo e dois pombais, Rossell e Cotxa, situados um de cada lado de outra construção que também merece uma visita: a Torre dos Mouros. A poucos metros de distância encontra-se a capela de Sant Romà de les Bons, única no país devido à sua abside semicircular de estilo lombardo. Continuando o nosso passeio, iremos descer pela zona histórica da cidade e poderemos observar muitas outras construções antigas. Se gostar de visitar museus, saiba que em Encamp encontrará vários: o museu de arte sacra, o museu etnográfico Casa Cristo e o museu do automóvel, que possui uma das coleções de veículos mais importantes do sul da Europa! Para finalizar, a imagem das bordes de montanha (antigas construções rústicas, típicas de Andorra) com os telhados esbranquiçados de neve ficará gravada para sempre na sua memória!

 

Auvinyà, uma aldeia medieval em Andorra

Ao entrar nesta maravilhosa aldeia, é inevitável sentir que está a viajar atrás no tempo: ruas de pedra, construções medievais, candeeiros feitos à mão... Sem dúvida, um lugar que parece saído de um conto, e a apenas cinco minutos de Sant Julià de Lòria! No entanto, não deixa de ser interessante que esta aldeia é, na verdade, uma magnífica recriação de uma aldeia medieval em pleno século XXI! O nível de detalhe chegou ao ponto de terem sido utilizados diferentes materiais e recursos da zona na construção dos edifícios, o que impregna cada casa de um estilo próprio e singular. Por outro lado, Auvinyà é uma aldeia completamente pedonal; ou seja, poderá passear pelas suas ruas com toda a calma. Logo à entrada, encontrar-se-á na zona antiga da povoação, junto da igreja, de estilo românico, e de uma série de casas de pedra com varandas de madeira e pontes românicas. Quando acabar esta visita, sugerimos que se dirija à igreja de Sant Romà d’Auvinyà, uma pequena capela românica do século X que se encontra na zona alta do vale. Lá de cima terá uma vista panorâmica espetacular para todo o vale de Sant Julià de Lòria. Tenha a máquina fotográfica à mão!

 

La Cortinada, uma vila pitoresca, digna de um postal

Logo à entrada da povoação, irá ficar fascinado com o cenário: telhados cobertos de neve, fumo a sair das chaminés e o ambiente tranquilo de uma vila de montanha. Daremos início ao passeio visitando o espaço sociocultural de Cal Pal, um solar de 1347 que se soube adaptar aos novos tempos. Depois, cruzaremos a estrada para entrar na zona antiga da vila. Continuaremos pela rua abaixo, atravessando a localidade, até chegarmos a outra das joias arquitetónicas da vila: a igreja românica de Sant Martí de la Cortinada, um templo que se destaca quer pelo seu estilo arquitetónico, quer pelos frescos que se conservam no interior. Finalmente, não pode deixar de visitar a Mola e a Serradora de Cal Pal, dois edifícios de finais do século XVI e princípios do século XVII que preservam uma serra hidráulica e uma mó de pedra originais. E, se não se quiser ficar por aqui, Ordino irá recebê-lo com muito gosto! Esta cidade é famosa pelo seu movimento cultural: por exemplo, lá encontrará vários museus bem interessantes, como a Casa Museu de Areny Plandolit, uma casa senhorial que, em tempos que já lá vão, pertencia a uma família nobre de Andorra.

 

Templos, cultura românica e chocolate em Pal

Continuando com o nosso conto, outro dos recantos de Andorra em que vale a pena perder-se é a localidade de Pal, que pertence à freguesia de La Massana. Esta localidade exibe com orgulho um dos conjuntos românicos mais bem preservados do país! E com razão! Nesta encantadora localidade encontramos um dos templos mais antigos de Andorra: a igreja de Sant Climent de Pal, construída no século XI. É a única em todo o país que possui duas janelas geminadas duplas. No entanto, apesar do esplendor arquitetónico do templo, é ainda mais fascinante por dentro, onde se conservam vários objetos românicos litúrgicos e artísticos. Depois de ter passeado por todas as ruas e ruelas da zona antiga de Pal, sugerimos que visite agora as povoações de Anyòs e Sispony. Pertencendo também à freguesia de La Massana, encontrará edifícios e monumentos únicos e de grande valor cultural, como a igreja de Sant Cristòfol d’Anyòs, entre outros, e poderá deliciar-se com fabulosos produtos autóctones, como o chocolate da Xocland! Para terminar a visita a esta pitoresca povoação dos Pirenéus, nada melhor do que um cenário natural idílico, rodeado de montanhas e florestas.

 

Santa Coloma, entre antiguidade e tecnologia

Esta povoação irá fasciná-lo com a sua mistura, perfeitamente equilibrada, de duas realidades tão diferentes e opostas: o passado e a modernidade. Exemplo disso é a primeira paragem da nossa visita: a igreja de Santa Coloma. Situado na zona antiga da povoação, este templo é fascinante por vários motivos, se bem que o mais assinalável é o video mapping das pinturas murais do interior do templo, retiradas no século XX. Ficará maravilhado ao contemplar o desenvolvimento da obra, desde o primeiro esboço até ao resultado final. Mas ainda há mais! Cruzando a estrada, espera-nos o Espai Columba, um espaço que contém os famosos frescos originais representados no video mapping! Continuando, outro lugar de visita obrigatória, que encontraremos ao final da zona antiga, é a Torre dels Russos, ou «casa dos russos», em português. Além de ser um dos exemplos andorranos da arquitetura de granito, integra desde 2004 o inventário de bens imóveis do Património Cultural de Andorra. Por último, se não se quiser ficar por aqui, recomendamos-lhe uma viagem no tempo no sítio arqueológico de La Margineda, um dos mais importantes dos Pirenéus.

 

Outros recantos de sonho...

Se tiver gostado deste singular passeio por povoações de Andorra que parecem saídas de um conto, saiba que este pequeno país tem um sem-fim de lugares que vale a pena descobrir. Convidamo-lo a continuar a passear pelas nossas vilas e aldeias e a descobrir as joias arquitetónicas, culturais, históricas e naturais que encontrará um pouco por todo o Principado. Há muito por ver!

Este Natal, visite as nossas aldeias e seja o protagonista do seu próprio conto!